919 126 648

Galerias Beira Rio, 1º Lj. 30
Rua Anzebino da Cruz Saraiva
2415-371 LEIRIA

©2017 by Ponto Sereno. Proudly created with Wix.com

Archive

Please reload

Tags

Please reload

O Universo – Deus – Espirito Supremo – Força superior – Brahman

July 25, 2017

 

Dizem as escrituras de muitas sabedorias que no início dos tempos não havia nada para além dessa força, Ser ou energia universal. Quando esta teve consciência de si espalhou-se por todos os cantos da existência com o som de “OM – Aum”, tendo originado TUDO. Céus e Terra, Estrelas e Planetas, Galáxias e Universos. 

Todo o infinito é pouco para descrever esta força que tudo habita. É identificada como consciência suprema e absoluta que está para além da dualidade do dia e da noite, do claro e do escuro, do bem e do mal, do positivo e negativo.

 

“ Eu sou o gosto na água, os raios de Sol e a Lua. Eu sou a doce fragância da Terra, o brilho do fogo. Eu sou a vida em Todos os seres”. - Mahabharata

 

É uma força que não de explica, mas que podemos sentir. E sente-se apenas quando a consciência é desperta e conscientemente se realiza que nada é verdade e nada existe sem esta força.

 

Esta força é também Atman, a consciência individual dentro de cada Ser-Humano. Consciência esta que enquanto dentro do Ser tem a ilusão da separação. Identifica-se com o corpo separado do todo, sentindo-se uma entidade isolada.

 

Quando o Ser-humano conhece e se identifica com Atman a sua verdadeira essência, depois de ultrapassados todos os bloqueios que o impedem de sentir a união, então ele conhece Brahmam e liga-se ao Todo.

 

Atman situa-se bem no centro do nosso Ser e está envolvido por 5 camadas de consciência (KOSHAS-a descrever num próximo Blog), pelas quais o Ser-Humano experiencía o ciclo de nascimento e morte. Estas camadas ajudam a explicar a experiência Humana e como as nossas vidas são moldadas pela existência.

 

Esta noção do que é “Deus” ou “Ser-supremo” faz todo o sentido quando conscientes a cada dia, deixamos que esta força de vida possa ser sentida e percebida fora e dentro de nós. Se pararmos e “esvaziarmos” a mente de tudo o que aprendemos desta ou daquela religião, desta ou daquela tradição, deste ou daquele mestre, nessa altura podemos sentir em nós essa força, essa vida, esse Deus.

 

“Não acredites ou aceites o que te dizem sem que primeiro isso faça sentido no teu coração”

Please reload

Recent Posts

November 23, 2017

Please reload